O Carro

IMG-20141115-WA0006Tivemos que tomar várias decisões até a escolha do veículo. Cogitamos a possibilidade de escolhermos uma camionete 4×4, uma van, ou mesmo um motor-home para, enfim, voltarmos para o que já conhecemos: Land Rover Defender.

Lamentavelmente a “nossa Land”, 2009, conservadíssima e bem equipada, havia sido vendida quando Francisco e Bárbara foram morar no Rio de Janeiro, em 2013. Uma besteira.

Encontrar uma “nova”, já que deixou deIMG-20141115-WA0005 ser importada em 2010, não foi tarefa fácil. Quando encontramos, o preço já era muito diferente. Mas encontramos a nossa companheira de viagem (ainda sem nome, quando iniciamos a jornada), totalmente original. Sem nenhum acessório.

Com a ajuda do Rogério Pinto do Barracão do Jeep, de Curitiba, fomos pouco a pouco equipando a “viatura”: snorkel, estribo, bagageiro, escada, protetores de faróis e de cantos; sonorização, equipamentos de navegação, transformadores, bancos, iluminação interna e externa; revisão geral, troca de amortecedores, rolamentos, IMG-20141115-WA0004-300x224freios; construção e montagem dos “caixões” sobre o bagageiro, compra de peças de reposição, ferramentas; equipamentos para reboque, cambão, cintas, anilias, catracas, extensores, cabos para chupeta, velas, fusíveis, enfim, uma montoeira de equipamentos “por si acaso”.

Com Francisco e Bárbara nos dedicamos aos demais “equipamentos” necessários, como uma boa barraca para três pessoas (2 seconds), IMG-20141115-WA0002fogareiro, panelas, lanternas, sacos de dormir, mochilas para escaladas, mochilas de assalto, mochilas para longas caminhadas, botas, sapatos esportivos, calças cargo, bermudas, roupas para temperaturas negativas, jaquetas, blusas, além de GPS, câmeras fotográficas e de filmagem.

Com o apoio de Quieliton desenvolvemos este site, nossa fanpage, nossos blogs, alem de planejarmos a identidade visual denossa expedição, não apenas da Land, mas também dos pequenos presentes que10402542_500986093377115_1625656008857201085_n levaremos conosco: camisetas, adesivos, entre outros.

2 comentários em “O Carro

  1. Parabens pela ideia, planejamento e foco. Assim vai ser possivel viver grandes aventuras, as previstas, e as inesperadas, que sao o grande barato em viagens como esta. Importantissimo estes testemunhos dos que foram, para encorajar a todos que querem realizar algo parecido, e tambem para reviver momentos preciosos.

  2. Pra que colocar o step no teto??? Vocês provavelmente estão com excesso de carga no teto. Imagina todo esse peso por milhares e milhares de km. Sem falar que a Defender naturalmente já é um carro fácil de capotar, e vocês aumentando o centro de gravidade do carro assim, só ajuda para que isso aconteça. Lembrem0-se que Defender quando capota, é chance alta de morte. Peguem esse step e coloquem de volta na posição original, que é na porta traseira. Risco desnecessário que correm. Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*
Website